O Natal

Todos os anos é sempre a mesma coisa, aquela correria. As pessoas aguardam a chegada do dia 25 de dezembro com uma certa ansiedade e uma expectativa boa em suas vidas. Olham as vitrinas das lojas a busca de um presente que agrade aquele que vai recebe-lo, e ficam a pensar, talvez, no presente que receberão também. A família reunida, brincadeiras, festas, a hora do “amigo secreto”, a alegria da criançada por causa do papai Noel e finalmente a ceia. O clima ideal para exercitarmos o nosso lado bom, ajudar as pessoas, sorrir mais, ser mais gentil e compartilharmos com quem amamos a felicidade de estarmos todos juntos. Muitas vezes os compromissos profissionais, a rotina severa de trabalho e a tecnologia acaba nos afastando do verdadeiro sentido do Natal. Todos (ou quase) falam do papai Noel e fantasiam a mente das crianças com trenós, renas, duendes, um saco cheio de presentes (oba)…E não atinamos no verdadeiro sentido do Natal. Um certo 25 de dezembro na hora da ceia a minha saudosa sogra pediu que eu orasse naquele momento. E todos foram chamados para estar ao redor da mesa, e quando nos aproximávamos, com alegria de ver os quitutes que lá estavam, uma sobrinha disse: “Nossa parece que é uma festa de aniversário.” Essa foi a deixa para que eu naquele momento falasse sobre o verdadeiro dono do Natal: Jesus Cristo. Depois de uma breve explanação sobre o sentido daquela festa, oramos e nos assentamos para compartilhar aquela ceia. E o verdadeiro espírito natalino veio aquela noite no coração de todos.

Um dia um menino, gerado pelo Espírito Santo em uma virgem, nasceu para trazer luz a este mundo tão cheio de trevas. Alegre-se pois hoje você pode ter essa luz na sua vida e ter um destino maravilhoso ao lado dele. Viva o Natal, viva Jesus o Nosso Salvador.

Natal do Menino Jesus
%d blogueiros gostam disto: