A unidade da fé e do amor

O amor de Deus é único, puro e incompreensível. Por amar a todas as pessoas ele envia o seu filho unigênito a este mundo para que este fosse salvo por ele. Jesus foi o sacrifício perfeito em amor, ele deu a sua própria vida em pagamento da dívida que todos tem diante de Deus. Mas a benção da salvação está condicionada a um passo decisivo daquele que quer ser salvo: crer em Jesus. E o que não crer? Está escrito em João 3:18 que aquele que não crê em Jesus já está condenado a viver eternamente longe de Deus.

Mediante a fé opera-se a salvação, é o que impulsiona nosso coração na direção de Deus. E essa fé é única, e não vem de nós mas vem do próprio Deus. A graça do amor de Deus opera-se em nosso coração levando-nos na direção de Jesus Cristo também é dom de Deus. Isso para que ninguém se glorie que foi salvo por seus próprios méritos ou por suas obras. A fé desenvolvida em Deus é chamada de firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se vêem. Assim pois, cremos que Jesus morreu e ressuscitou, mas não fomos testemunhas oculares e esperamos que Ele voltará pois assim declarou enquanto vivo aqui na terra.

Agora que recebemos o amor e fé de Deus em nossas vidas, o que fazemos? Primeiro, devemos praticar o amor, ou seja, amar como Cristo nos amou. Isso implica em tratar a todos com equidade e amor, praticar boas obras, exercer a misericórdia e o perdão. E anunciar o evangelho da salvação a todos, pois o evangelho é o poder de Deus para a salvação daquele que crer. Lembra que Deus amou o mundo para salvá-lo? Devemos espalhar esse amor e apresentar Jesus Cristo como salvador de nossas vidas. Segundo, praticar a fé, se somos considerados justos por Deus, então devemos viver pela fé e é por essa fé que praticamos o amor de Deus. Quando da nossa salvação, Deus nos concede um trabalho, que é chamado de ministério da reconciliação. Isto é, a responsabilidade da reconciliação do homem com Deus está em nós, cada cristão nascido de novo já tem este ministério, então exerça. Devemos frutificar na nossa vida apregoando o maravilhoso evangelho da salvação.

Lutas virão, quem não as tem neste mundo? Mas Deus concede aos seus o consolo perfeito nas lutas e tribulações. Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente no momento da angústia. Uma vida de oração é importante para que tenhamos acesso ao refúgio de Deus, sem oração estamos enfraquecidos e o inimigo nos abaterá. Portanto não deixem de orar e clamar a Deus, se negligenciamos nossa vida de oração acabamos nos rendendo ao inimigo e deixamos de lutar. Vá em frente, amados do Senhor, Deus é contigo, não desanime e cumpra com o propósito de Deus na tua vida, e serás abençoado.

“Deus é a minha fortaleza e a minha força, e ele perfeitamente desembaraça o meu caminho.” (2Samuel 22:33 – ACF)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: